Skip to content

Solar Impulse realiza primeiro vôo com energia solar.

07/04/2010

Solar Impulse

O Solar Impulse, avião com motores alimentados por energia solar, fez nesta quarta-feira seu primeiro voo, de uma hora e meia, etapa inicial de uma série de testes que deve culminar dentro de três anos com um voo ao redor do mundo.

O protótipo imaginado pelo explorador suíço Bertrand Piccard iniciou o voo às 10H28 (5H28 de Brasília) na base militar de Payerne, oeste da Suíça.

Quase sem barulho, e depois de ter percorrido apenas 100 metros, o Solar Impulse subiu lentamente e desapareceu no céu, deixando para trás uma multidão de curiosos e jornalistas.

Seguido por dois helicópteros, o avião propulsado por quatro motores elétricos de 10 cavalos de potência cada um, voou durante 90 minutos, pilotado pelo alemão Markus Scherdel.

A aeronave tem uma envergadura similar a de um Airbus A340 (63,4 metros), mas não pesa mais que um carro (1.600 quilos).

Como única fonte de energia, o avião utilizou 12.000 células fotovoltaicas, que cobrem suas asas, e alimentam de energia os quatro motores elétricos e permitem recarregar as baterias de lítio de 400 quilos.

Depois de ter alcançado uma altura de 1.200 metros, o avião pousou com as rodas finas na pista pouco antes do meio-dia, sob os aplausos dos presentes.

Este primeiro voo, que foi adiado várias vezes pelas condições meteorológicas desfavoráveis, aconteceu após um primeiro “salto” de alguns metros de altura em dezembro de 2009.

“A primeira dúvida era saber se tínhamos potência suficiente para decolar, e depois se poderíamos fazer pousar o avião”, disse André Borschberg, co-fundador do projeto.

A aeronave reproduziu fielmente os testes “virtuais” realizados no simulador, afirmou o piloto.

Depois do primeiro voo, a equipe de 70 pessoas que trabalhou durante sete anos no projeto espera agora realizar outros testes para aperfeiçoar a aeronave e construir um segundo modelo, que dará a volta ao mundo em cinco etapas até 2013, e não 2012 como haviam anunciado previamente os organizadores.

Em uma próxima etapa, o Solar Impulse vai decolar antes do verão (hemisfério norte, inverno no Brasil) de Payerne, para uma viagem de 36 horas sem escalas para testar a capacidade do avião de voar tanto de dia como de noite.

G1 07/04/10

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: