Skip to content

Enforcer: O Piper de Guerra

03/04/2010

Piper Enforcer

A Guerra da Coréia foi o último Teatro de Operações (TO) em que os North American P-51 Mustang dos EUA participaram. Naquela época já havia caças à jato, muito mais velozes que as aeronaves à hélice. Parecia ser o fim dessas aeronaves lendárias. E foi, pelo menos nos EUA. Porém essas aeronaves continuaram em serviços em vários países até a década de 1960 e 1970.

Após a Guerra da Coréia, os direitos sobre o Mustang foram adquiridos da North American pela Cavalier Aircraft Corporation. Em 1967 e 1972 a Cavalier aproveitou a estrutura de várias aeronaves P-51 e realizou algumas modificações, como reforço nas asas e nova motorização (V-1650-7). A nova versão do Mustang tinha 8 pontos duros sob as asas e um assento extra atrás do piloto. Os “Novos Mustang”, agora F-51, foram usados no MAP (Military Assistance Program) e distribuidos para várias forças aéreas na América do Sul e Ásia.

Cavalier Mustang da Força Aérea Boliviana

Notem os Tip Tanks deste Mustang

No final dos anos 60, Dave Lindsay, o proprietário da Cavalier tinha planos de substituir o motor V-12 por um turboélice. O motor Lycoming T-55 foi o escolhido, porém a empresa não teve condições de o adquirir. E então em 1968 foi instalado um motor turboélice Rolls-Royce Dart 510 de 1740 s.h.p. A aeronave remotorizada passou a se chamar Turbo-Mustang III.

No entanto a Cavalier era uma empresa pequena, pouco influente, razão pela qual os direitos sobre o Mustang foram vendidos novamente, agora para a Piper.

A Piper então remotorizou o Turbo-Mustang com uma turbina Lycoming T-55 de 2455 s.h.p e o projeto recebeu o nome de Enforcer. O primeiro Enforcer voou em 19 de Abril de 1971. Dois protótipos foram usados em testes, um deles inclusive foi avaliado pela USAF para o Programa PAVE COIN, porém o Enforcer não obteve o carisma da Força Aérea. Mesmo assim, com apoio do Congresso, a Piper construiu mais dois Enforcer para serem avaliados pela USAF. Novamente sem obter sucesso.

A história dos Mustangs agora chagava ao fim.

Dos quatro protótipos do Enforcer, dois estão em exibição estática. Um que espera a restauração na Base Aérea de Edwards, e outro que se encontra totalmente restaurado no “Hangar dos Protótipos” do National Museum of the United States Air Force na Base Aérea de Wright-Patterson.

Veja Também

Dragonfly. O Cessna de Guerra

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: