Skip to content

Anuário Estatístico 2008 da ANAC mostra crescimento da aviação civil no Brasil

23/10/2009

Brasília, 20 de outubro de 2009 – Cresceu 10,1% o número de passageiros embarcados em voos regulares e não regulares com origem no Brasil, para qualquer destino, nas empresas brasileiras no ano de 2008, comparado a 2007. Nos últimos 10 anos, o volume de passageiros que voaram em companhias nacionais deu um salto de 146%, passando de 22,8 milhões em 1998 para 56,2 milhões em 2008. Grande parte deste crescimento foi impulsionado pela liberdade tarifária, que já vigorava nos voos domésticos e que foi adotada para os voos do Brasil para a América do Sul em 2008, ampliando a concorrência e favorecendo a queda de preços nas passagens aéreas. Os dados são do Anuário do Transporte Aéreo 2008 – Vol. I – Dados Estatísticos, publicado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), disponível na Internet (http://www.anac.gov.br/estatistica/estatisticas1.asp).

O Anuário traz informações revisadas e consolidadas de 24 companhias aéreas brasileiras (incluídas nesta contagem a Gol e a VRG Linhas Aéreas, que se fundiram em outubro de 2008) e ainda de 47 empresas estrangeiras que realizaram voos de passageiros e carga com origem ou destino ao Brasil no ano passado.

Consideradas somente as empresas aéreas brasileiras de transporte regular, foram mais de 1 milhão de horas voadas e 634 milhões de quilômetros percorridos durante o ano de 2008. Dos mais de 56 milhões de passageiros embarcados, 50 milhões voaram para destinos domésticos e 6 milhões em rotas internacionais.

No mercado doméstico, houve melhora tanto no indicador de oferta (Assento Quilômetro Oferecido), que cresceu 15,6% em 2008 comparado a 2007, quanto na demanda (Passageiro Quilômetro Pago Transportado), com aumento de 12% no mesmo período.

A ocupação das aeronaves das empresas brasileiras teve queda nos voos domésticos: era de 68,0% em 2007 e caiu para 65,9% em 2008. Mas, no mercado internacional, o aproveitamento cresceu: de 65,0% para 70,4%.

Os números do tráfego internacional mostram que, além do aumento da ocupação, as empresas nacionais também tiveram elevação significativa da oferta (22,5%) e da demanda (32,5%) para voos ao exterior. A participação das companhias áreas brasileiras no mercado de voos internacionais também cresceu, de 29% em 2007 para 34% em 2008 – o melhor desempenho desde 2005.

Somados os dados de companhias nacionais e estrangeiras, os países que receberam a maior quantidade de passageiros de voos com origem no Brasil em 2008 foram Estados Unidos (1,30 milhão de passageiros), Argentina (1,19 milhão), Portugal (610,9 mil), França (554,5 mil), Chile (391,3 mil), Espanha (348,3 mil) e Alemanha (287,7 mil).

O Anuário Estatístico do Transporte Aéreo de 2008 traz ainda dados sobre a frota das companhias aéreas brasileiras regulares (com nome do fabricante, modelo e quantidade de aeronaves e de assentos ofertados), o volume de passageiros e carga por cidade e por região, além do número de pilotos, co-pilotos, pessoal de manutenção, entre outros funcionários de cada companhia. Sobre o tráfego internacional, o Anuário informa detalhadamente os números de passageiros e carga que voaram entre o Brasil e 38 países, também por companhia aérea e por continente. Na página da ANAC na Internet estão disponíveis dados estatísticos do setor desde 1995, permitindo análises, estudos e pesquisas sobre o desenvolvimento da aviação civil no País.

FONTE: ANAC

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: